EN

EN

Dicas para conduzir o processo de desligamento na empresa

Dec 26, 2022

Dec 26, 2022

Dicas para conduzir o processo de desligamento na empresa

Conheça diferentes formas de realizar o processo de desligamento na empresa e saiba como fazer de maneira mais humanizada e sem traumas.

Conheça diferentes formas de realizar o processo de desligamento na empresa e saiba como fazer de maneira mais humanizada e sem traumas.

A forma em que o processo de desligamento na empresa e do processo de integração no momento do recrutamento são conduzidos faz parte da função dos profissionais de Recursos Humanos. O conhecido departamento de RH, é um dos departamentos mais importantes da empresa, levando em conta todas as funções que este departamento carrega e, durante o processo de desligamento, o grande número de problemas que podem surgir durante esse processo tão difícil de ser realizado

Por ser um processo difícil para o funcionário que será desligado, é fundamental que ele seja conduzido pelos profissionais de RH e que tenham uma formação humanizada, de muita empatia e controle emocional para auxiliar no processo de desligamento de funcionários, indo muito além da papelada, afinal é através deles que acontecem a gestão de pessoas

 A rescisão, conhecida como desligamento e rescisão, é o processo que representa a quebra - ou o fim - de um contrato de trabalho. É um processo que pode afetar diretamente vários aspectos da empresa, com os funcionários, lideranças. Por isso, que a equipe de RH deve estar pronta e preparada para realizar essa tarefa da maneira mais correta e amigável possível, para que se evite traumas e problemas entre funcionário desligado e a empresa. 


Existem várias maneiras de realizar um desligamento

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, existem diferentes formas de se desconectar. O processo nem sempre é definido pelo simples pedido de demissão do empregado ou pela demissão do empregado pela empresa.\

A etapa de revisar as decisões até chegar definitivamente na rescisão é muitas vezes negligenciada, mas faz uma grande diferença, quando tomada com cuidado. A rescisão será um momento difícil para seu empregado, tente evitar com que seja doloroso. 

Mas, antes de definir que o desligamento realmente vai acontecer, busque opções: existe alguma alternativa para esse funcionário? Algum fator pode ser flexibilizado? Assim você pode oferecer oportunidades produtivas antes de tomar uma decisão tão grande quanto a demissão.

Além disso, vale ressaltar que, ao demitir funcionários, você provavelmente vai precisar contratar novos funcionários para substituí-los. O processo de contratação é ainda mais complicado que o de demissão e você ainda pode demorar a preencher a vaga e ficar sem funcionários para exercerem algumas funções - especialmente se seu processo seletivo não for otimizado.

Existem algumas maneiras de se demitir, veja quais são: 


  • Demissão por Justa Causa: Onde há descumprimento de contrato por parte do empregado, que pode ter cometido alguma ação que causou algum evento ou consequência ruim para a empresa. Nesse caso, é importante ressaltar que o funcionário perde os determinados benefícios da Previdência Social.


  • Demissão sem justa causa: Quando o empregado é demitido sem justa causa ou motivo válido, como por exemplo, corte de funcionários, o que lhe dará direito a benefícios da Previdência Social.


  • Pedido de demissão: Quando o próprio empregado pede para deixar a empresa.


  • Demissão Indireta: Essa é a revogação da demissão por justa causa - uma situação em que o empregado aponta um erro cometido por empregador que lhe impedirá de continuar a exercer o cargo.


  • Rescisão por culpa mútua: Acontece em casos que, tanto patrão quanto empregado são culpados, resultando em quebra de contrato.


Vale ressaltar que as demissões podem vir de ambos os lados. Por isso, você que é gerente de uma empresa ou faz parte do RH, e tem que lidar com tais situações, têm como dever entender como o processo funciona e como proceder em situações como essa.

O processo de desligamento não precisa ser difícil para ninguém, mas para isso é necessário que ambas as partes tenham comportamento adequado. A seguir, vamos mostrar algumas dicas importantes para realizar o processo de desligamento de funcionários da melhor forma possível.

Abaixo, confira 5 dicas de como realizar o desligamento na empresa:


Guarde informações em sigilo

A demissão de um funcionário só deve ser espelhada apenas quando necessário. Se não houver algo de extrema relevância e importância a ser compartilhado com os demais funcionários, esta informação deve ser mantida entre patrão e funcionários desligados. Isso evita situações constrangedoras e desconforto na equipe. Evite ao máximo um clima ruim na empresa com esse tipo de prática.

Além disso, esse tipo de comportamento é importante para demonstrar a todos, que, na empresa existe uma política de respeito e empatia. 

Em caso de necessidade a divulgação da informação, é fundamental que o gestor ou a liderança da empresa diga a verdade a todos os funcionários, para que a situação não volte a acontecer. 

Com isso em mente, o processo de rescisão será conduzido de forma mais segura e amigável, tanto para funcionário quanto para patrão.

Defina facilitadores e comunicadores

Embora o RH possa ajudar e fornecer assistência, a responsabilidade de notificar e informar os funcionários que serão desligados geralmente cabe ao seu supervisor imediato. Depois é que o RH toma à frente do processo, mas há casos em que o funcionário pode ser notificado diretamente pelo RH.


Encontre o ambiente certo

O ambiente em que o funcionário receberá a notícia é de extrema importância, busque estar longe de olhares indiscretos, é interessante estar em algum lugar onde o funcionário possa ter privacidade, como próximo ao banheiro, pois há funcionários que reagem de diferentes formas e precisam lavar o rosto, assim evitando curiosidades entre os colegas.


Escolha o momento certo

Se a decisão está tomada, não há razão para adiar a notícia. Informe o desligamento assim que possível. Muitos profissionais reclamam da demora para receber a notícia ao longo do dia.

Exponha o motivo da demissão com cuidado e procure ouvir seu funcionário acima de tudo, principalmente para tirar todas as dúvidas que ele terá.

Tenha respeito

É importante lembrar que muitos funcionários ficam bastante nervosos após receber a notícia da demissão, então é importante manter a calma em todo o processo e, claro, o respeito ao funcionário que contribuiu com sua empresa. Mantenha um diálogo cordial e evite discussões, afinal não é fácil para ninguém haver um desligamento na empresa.