EN

EN

Entenda a importância dos feedbacks após o processo seletivo

Aug 19, 2022

Aug 19, 2022

Entenda a importância dos feedbacks após o processo seletivo

Saiba a importância de possuir uma boa forma de dar feedback para candidatos em processos seletivos e como aprimorar o recrutamento de sua empresa!

Saiba a importância de possuir uma boa forma de dar feedback para candidatos em processos seletivos e como aprimorar o recrutamento de sua empresa!


O feedback para candidatos é uma parte extremamente importante do processo seletivo. A forma em que os candidatos são tratados e recebidos em sua empresa pode ser um fator significativo para retornarem a processos seletivos de sua organização.



Todo processo de seleção e recrutamento gera um período de ansiedade e insegurança naturais em candidatos, por isso, é importante que o setor de recrutamento esteja a par dessa situação e faça com que o processo seja o mais tranquilo e saudável possível aos indivíduos que disputam a vaga. Afinal, se participam de um de seus processos seletivos, possuem verdadeiro interesse em fazer parte de sua organização e integrarem o time pelo qual estão se candidatando.

Neste texto, vamos apresentar algumas maneiras de aprimorar este processo seletivo, como dar um feedback para um candidato (seja este feedback positivo ou negativo) e fazer do recrutamento de sua empresa um espaço que desperte o melhor dos profissionais que se candidataram à vaga de sua organização e faça com que todos sejam igualmente respeitados e tratados durante a seleção.



Por que é importante dar um feedback para candidatos?



Para muitas empresas não dar feedback para candidatos reprovados nos processos seletivos é comum. Embora pareça não existir uma preferência para elas, o fato é que esse tipo de ação pode desencadear uma série de consequências.



A falta de humanização por parte das empresas é um dos aspectos que mais contribui com a deterioração de sua imagem na sociedade. Além disso, a frustração do candidato por não conseguir a vaga, somada à falta de retorno da organização, são aspectos que podem gerar revolta em bons e talentosos profissionais.



É fato que todas as pessoas que se candidatam a uma vaga de trabalho esperam conseguir o cargo, o que, naturalmente, gera um retorno da contratante. No entanto, não é muito difícil nos depararmos com organizações que não sabem dar um feedback para candidatos que não foram contratados, e esse é um amplo problema a ser abordado e melhorado pelas organizações.



O fato é que a imagem de uma empresa não está atrelada apenas aos produtos ou serviços que oferece ao mercado. A forma em que ela se comunica com os consumidores, do mesmo modo como a sua técnica de ministrar as relações de trabalho, são indicadores que demonstram as políticas e os valores da organização.



Sendo deste modo, é vital dar feedback para candidatos,  sobretudo para os candidatos que foram reprovados no processo seletivo.



Como dar um feedback para um candidato?



Agora que você agora sabe quais são os principais impactos de não dar feedback para candidatos, mostraremos algumas boas práticas que o setor de Recursos Humanos deve usar no momento de entrar em contato com os profissionais não aprovados.



Evite demorar para entrar em contato



O primeiro passo para  indicar que a empresa tem apreço pelo tempo de seus candidatos é não demorar para entrar em contato. Como foi dito anteriormente, uma resposta negativa ainda assim, é uma resposta, e uma porcentagem significativa dos profissionais espera que as organizações tenham esse modelo de posicionamento.



Levante os pontos de  progresso e reforce os aspectos positivos



Uma forma interessante de fazer com que a imagem da organização mantenha-se intacta, próprio na vez de dar um feedback para candidatos que foram reprovados, é demonstrar positividade ao candidato. Portanto, considere ressaltar os aspectos nos quais o candidato se destacou positivamente no processo de recrutamento. Depois disso, diga os pontos que ele pode corrigir quanto profissional e, é óbvio, agradeça por sua participação no recrutamento da empresa.



Forneça o feedback de maneira privada



Nunca aponte as falhas do candidato diante de um grupo de pessoas. Além de causar um gigantesco constrangimento ao profissional, essa atitude pode gerar uma ampla margem para que ele processe a empresa por danos morais. Ainda que ele não ganhe a causa, esse é o exemplo de consideração que a marca não precisa em um mercado tão competitivo quanto o atual.



Deixe as portas abertas



Um candidato não ter sido aprovado no recrutamento em questão não significa que ele nunca deve concorrer a outra vaga em sua organização. Sendo assim, é muito essencial que fique demonstrado para os candidatos que, mesmo diante de uma resposta não em um recrutamento, as portas da organização estarão sempre abertas para que eles tentem disputar cargos na empresa quando surgirem novas oportunidades.



Use os canais de comunicação adequados para isso



Uma resposta não é constrangedora tanto para quem recebe como para quem a fornece. Por isso, é recomendado que a organização utilize os canais de comunicação adequados para deixar um feedback para candidatos, como o e-mail, telefone ou, até o próprio WhatsApp, quando o processo seletivo não tem um amplo número de candidatos.



Em casos de processos seletivos com menos pessoas, o essencial é ter uma conversa pessoalmente, sempre respeitando o candidato, às suas qualidades e as falhas. Lembrando, obviamente, de nunca pensar em fazer comparações com os resultados dos outros participantes.



Como você pôde perceber neste conteúdo, não dar feedback para candidatos que não foram aprovados nos processos de recrutamento pode ser um erro grave para a empresa. Por isso, é essencial que o RH esteja pronto para saber lidar com o perfil do profissional da era digital.