EN

EN

Entenda a importância dos indicadores do RH para o Processo Seletivo

Dec 6, 2021

Dec 6, 2021

Entenda a importância dos indicadores do RH para o Processo Seletivo

Você sabe o que são indicadores de RH? Entenda tudo sobre essas métricas e como elas se aplicam no recrutamento e seleção.

Você sabe o que são indicadores de RH? Entenda tudo sobre essas métricas e como elas se aplicam no recrutamento e seleção.

Os recursos humanos estão crescendo cada vez mais nas empresas e estão se tornando muito mais do que apenas função comercial. Assim, os departamentos de RH vêm se mostrando um ótimo aliado para estratégias nas organizações, com os indicadores de RH.O acompanhamento desses indicadores de RH fazem a diferença, impactando as ações de gestão de pessoas dentro de empresas e projetos. É importante reconhecer e entender os benefícios do RH estratégico.Dentro de um processo seletivo, o departamento de RH é responsável por planejar a melhor maneira para escolher novos talentos. É nesse momento que os indicadores de RH servirão como uma bússola, para ajudar nessa fase de recrutamento.Os indicadores de RH, também chamados de KPIs, são métricas estratégicas que mostram detalhadamente as falhas que podem existir dentro dos processos de recrutamento. Desse modo, essa métrica torna mais fácil seguir os objetivos do negócio e alinhar os profissionais de determinada organização.

O que são indicadores?

Os indicadores de RH se definem como métricas que ajudam a medir todo o desempenho do setor de RH (recursos humanos), durante um período de tempo definido. Para esse trabalho ser realizado e obter resultados efetivos, é usado o método de KPIs – Key Performance Indicators (indicadores-chave de performance).Dentro desse método, são acompanhados valores, tanto números quanto em percentual, responsáveis por medir ações e fornecer as respostas para que qualquer tipo de processo da organização se torne aprimorado. Por isso, na fase de recrutamento, esses indicadores estratégicos de RH fazem toda a diferença.Vale a pena prestar atenção no fato de que nem toda meta é um KPI. São considerados indicadores de desempenho aqueles que forem utilizados em decisões estratégicas da empresa. Essas decisões devem ser definidas com base nos resultados de RH, que são de grande importância para atingir as metas de negócios.

Para que servem os indicadores de RH?

Agora que já sabemos o que são indicadores de RH, é a hora de entender melhor para que servem.Como os indicadores de RH têm relação com esforços e resultados, tanto para processos mais estruturados – como o de recrutamento – quanto para processos criativos, é importante medir o processo que está se alcançando.Dessa maneira, fica mais fácil e ágil identificar os erros e procurar as melhorias para obter os resultados, sejam finais ou intermediários. Portanto, os indicadores de RH têm os seguintes propósitos:

  1. Servir de comunicação;

  2. Avaliar a eficácia das ações;

  3. Alinhar e motivar a equipe;

  4. Manter o foco nos processos;

  5. Identificar oportunidades para aprimorações;

  6. Investir, conseguir contratos etc. 

7 indicadores para o processo seletivo

Antes de conferirmos os indicadores para o processo seletivo, é interessante dar uma olhada nos principais tipos de indicadores de RH. São 4 categorias:

  1. Indicadores de produtividade: relação entre a quantidade de entregas e os recursos empregados durante determinado período de tempo.

  2. Indicadores de qualidade: relação entre o número de entregas dentro do padrão e as entregas totais. Deve informar a compreensão de qualidade dos clientes finais.

  3. Indicadores de capacidade: responsável por indicar a quantidade de entregas que um processo pode fazer com recursos específicos em um determinado período de tempo.

  4. Indicadores estratégicos: esse tipo está relacionado com os fatores críticos de sucesso. Expõem o quanto a empresa está próxima de atingir suas metas estratégicas. 

Dentro desses quatro tipos citados, existem diversos indicadores de RH, seguem alguns exemplos de indicadores de desempenho, como absenteísmo, turnover ou índice de rotatividade, índice de retenção de talentos, headcount, e muitos outros.Para um processo de recrutamento e seleção, alguns indicadores de RH são os mais indicados para realizar essa tarefa. Isso porque é muito importante saber escolher o melhor tipo de processo para selecionar novos talentos para a empresa. E ainda, as métricas dos indicadores de RH ajudam a melhorar o desempenho da empresa durante esse processo de recrutamento.É necessário ser estabelecido um prazo para esse processo e existe uma equação que calcula esse tempo, se houver uma taxa significativa de vagas fechadas no prazo:Vagas no prazo (%) = vagas fora do prazo / total de vagas x 100 Quanto mais perto de zero for o resultado, melhor está o tempo de fechamento das vagas. Desse modo, confira 7 indicadores de RH para o processo de recrutamento:

1. Número de currículos recebidos

Essa é a primeira métrica a ser realizada durante um processo de recrutamento. É importante analisar o número de currículos recebidos, já que quanto mais números de aplicações, maiores as chances de encontrar o talento ideal para a vaga.O número também indica se o trabalho do RH foi bem executado na hora de divulgar a vaga, se foi bem explicada e como passou a imagem da empresa no mercado para atrair os melhores profissionais.

2. Custo de contratação

Todo processo de recrutamento requer uma certa quantidade de recursos da empresa. É necessário saber qual é esse valor para que não aconteça gastos desnecessários.O cálculo desse indicador é simples: é só dividir o total gasto pela quantidade de vagas preenchidas durante a seleção. Segue um dos exemplos:Se uma organização gastou uma grande quantidade de recursos durante a propaganda de determinadas vagas, você pode ajudar a amenizar esse valor tomando algumas iniciativas como maior uso das redes sociais na hora de obter os colaboradores que farão parte da equipe.

3. Tempo de contratação

É de extrema importância ficar atento ao tempo de contratação. Quanto mais demorado o processo eletivo, mais dinheiro será gasto para escolher o profissional ideal. Além disso, um tempo muito maior que o normal no processo de recrutamento denuncia falhas na seleção.O tempo médio que as vagas ficam abertas para que os currículos sejam enviados também é importante. Segue outro exemplo:Se algumas áreas demoram para conseguir um número de candidatos suficientes para que um seja escolhido, isso mostra que serão necessárias novas estratégias de divulgação da vaga.O cálculo ideal seria dividir o tempo total no preenchimento das vagas pelo número de vagas abertas.

4. Número de processos concluídos no prazo

Outro ponto importante no processo de recrutamento é o número de processos concluídos dentro do prazo. Se as vagas demorarem muito para serem preenchidas, isso pode indicar um empecilho em relação à atração de talentos.Faça o cálculo correto: divida o número de processos atrasados pelo total de vagas e multiplique-o por 100. O total será o percentual de atrasos.

5. Custo de rotatividade

Avaliar a rotatividade é essencial. É por meio desse método que é possível contabilizar não só despesas, mas também pagamentos de rescisões contratuais, custos com novas contratações e ainda o investimento na qualificação das novas pessoas contratadas.Segue o cálculo necessário: dividir o total gasto pelo número de renovações realizadas no período analisado.Assim, é possível identificar se o processo de recrutamento está sendo realmente executado da maneira mais eficaz, se os processos internos estão em ordem, se os benefícios e salários se enquadram com o mercado etc.

6. Taxa de turnover em contratações recentes

A taxa de turnover está relacionada com a rotação de colaboradores. Quando é aplicada, ela promove insights, tais como: qualidade do processo seletivo, qualidade do processo onboarding e também a capacidade da organização em manter talentos.O cálculo é o seguinte: dividir o número de profissionais novos que saíram da organização pelo número de contratados.Esse processo irá aumentar a eficácia de contratações, detectar insatisfações dos novos profissionais na empresa e saber com precisão o que falta para a organização contratar aquelas pessoas que se alinham com a cultura da empresa e têm mais chances de permanecer em seus cargos.

7. Taxa de conversão do funil de contratações

Por fim, o funil de contratações pode ser dividido em quatro partes: candidatos do processo, candidatos qualificados, candidatos finalistas e candidatos contratados. Acompanhar cada uma dessas partes de perto vai ajudar a medir o êxito do recrutamento. 

Qual a importância de monitorar os indicadores de RH?

Tudo vem daquele famoso princípio “toda ação tem uma reação”. A pergunta aqui é como saber se suas ações estão dando resultados positivos ou negativos. E é aí que entram os indicadores de RH.Esse método é um perfeito medidor para saber se seus objetivos traçados – outro ponto importante a se definir – estão perto de serem alcançados.Os indicadores de RH têm como função apontar se a gestão está perto ou longe de atingir as metas traçadas e o que fazer se esses objetivos ainda não foram alcançados.É mais fácil ter uma visão geral das ações da empresa com os indicadores de RH, assim, é mais claro enxergar os erros para poder arrumá-los e atingir o êxito. Por isso, os indicadores de RH são capazes de comprovar a otimização dos processos, como vimos no caso do processo de recrutamento.É importante manter seus colaboradores motivados, engajados e em um constante desenvolvimento, para que a equipe alcance tais metas. Desse modo, as empresas hoje estão cada vez mais adotando os indicadores de RH como um aliado, já que é necessário ter uma visão ampla das áreas para o sucesso do negócio.Perguntas relacionadas a novas estratégias sempre podem surgir quando as coisas acabam não dando certo, como: será que foi um gerenciamento de qualidade baixa? Foi o baixo desempenho da equipe? Ou será que ela não servia para os seus clientes?A partir dos dados dos indicadores, fica mais fácil identificar pontos de melhoria e agir.

Como escolher de forma estratégica os indicadores de RH?

Como existem diversos tipos de indicadores de RH, o segredo é não escolher uma medição sem ter uma finalidade específica. Você precisa saber para que precisa acompanhar aquele número.A principal motivação normalmente é a melhoria do desempenho. Como mostramos ao longo do texto, um dos exemplos é o processo de recrutamento. Aplique quando é preciso saber se esse processo está sendo realmente eficaz, se não está gerando gastos desnecessários, se a qualidade está adequada, etc.Outra forma estratégica de escolher os indicadores é tomar cuidado para saber o momento certo de aplicar esses indicadores de RH. Em períodos curtos, pode ser que os números não revelem a realidade ainda. Se pegarmos o exemplo de um treinamento, dificilmente as metas vão ser alcançadas no dia seguinte à conclusão do projeto.Além disso, é interessante sempre procurar o auxílio de soluções de informática, automação de processos, computação na nuvem e outras inovações. Utilize as ferramentas de qualidade disponíveis que expandem a quantidade de dados que os profissionais conseguem acompanhar de forma mais fácil, o que facilita a compreensão de informações.Basicamente, detalhe o seu indicador, os usuários precisam entender KPIs da maneira mais simples possível, coloque uma liderança na hora de acionar um indicador e defina suas metas. Não se esqueça, um indicador não pode prejudicar o outro!