EN

EN

Entenda o que é Turnover, os tipos e quais os impactos causados nas empresas

Sep 9, 2021

Sep 9, 2021

Entenda o que é Turnover, os tipos e quais os impactos causados nas empresas

O Turnover é a taxa de rotatividade dos funcionários de uma empresa. Ela pode ser crucial para analisar o sucesso de uma empresa. Descubra como calculá-lo.

O Turnover é a taxa de rotatividade dos funcionários de uma empresa. Ela pode ser crucial para analisar o sucesso de uma empresa. Descubra como calculá-lo.

Na área dos recursos humanos, o termo Turnover representa a taxa de rotatividade de funcionários, portanto se refere ao fluxo de entrada e saída de pessoas em uma empresa em um determinado período de tempo. Diferente das medições do número total de pessoas que entram e saem de uma empresa, o Turnover pode ser aplicado em pequenas partes de uma corporação, como em departamentos ou pequenos grupos.

O que é o turnover?

É um dos principais indicadores de eficácia de um processo seletivo de uma empresa, que mostra se o processo de recrutamento e seleção está sendo adequado ou não. Com essa porcentagem de substituição de funcionários, é possível também observar a capacidade da empresa em reter colaboradores e, ao mesmo tempo, atrair novos clientes e consumidores.Todas as empresas possuem uma taxa de rotatividade, o que é normal e até mesmo bom, mas é preciso dosar para não ser prejudicial para a própria companhia. Taxas altas de rotatividade, por exemplo, podem indicar uma administração ruim, remuneração baixa e falta de infraestrutura.

Tipos de Turnover

Existem alguns tipos diferentes de turnover, baseados nos tipos de rotatividade que ocorrem em uma empresa. Eles estão diretamente relacionados aos motivos pelos quais os funcionários saem de uma empresa, como uma nova oportunidade de emprego, aposentadoria, insatisfação, entre outros.O turnover voluntário é aquele que tem o funcionário como agente da rotatividade, já o turnover involuntário é quando a organização toma uma ação em relação ao funcionário. Um exemplo de Turnover involuntário é quando a empresa demite o funcionário por conta de uma reestruturação ou por conta do desempenho do funcionário, já o Turnover voluntário pode ser representado quando o empregado aceita uma nova oportunidade de emprego.Essa taxa de rotatividade voluntária não é tão simples, portanto, são necessárias algumas técnicas para gerenciá-la. Para isso, é necessário conhecer os motivos pelos quais os funcionários saem ou ficam na empresa, e também gerenciar a rotatividade dos funcionários que possuem valor dentro da organização.Para fazer essa análise, é possível subdividir a rotatividade funcional em duas novas vertentes: o Turnover voluntário disfuncional e o Turnover voluntário funcional. A primeira vertente (disfuncional) representa algo prejudicial à empresa, e representa a saída de funcionários habilidosos, difíceis de serem substituídos, por exemplo. Já o turnover funcional tem menos impacto, pois nele se encaixa a saída de funcionários que tiveram um desempenho ruim, ou que são substituíveis, por exemplo.

Como calcular o Turnover

Já sabemos a importância do conhecimento das taxas Turnover para uma empresa, para analisar processos seletivos, administração, pagamentos e outros indicativos importantes para a gestão. Agora chegou a hora de saber como é feito o cálculo do Turnover em uma empresa. Para calcular a rotatividade da empresa, são necessários alguns elementos ou indicadores. São eles:

  • O período de tempo a ser analisado, podendo ser mês, semestre ou até mesmo anos.

  • O total de admissões da empresa, que representa a quantidade de funcionários contratados.

  • O número total de saídas, portanto o número de funcionários demitidos ou que se demitiram (seja por qualquer motivo).

  • O número total de funcionários da empresa.

Reunidos os dados necessários, chegou a hora de colocá-los na fórmula do cálculo Turnover:Turnover = [(Admissões + Demissões/2) / total de funcionários ativos].100O índice de Turnover é representado pela soma do número de admissões e demissões realizadas em um período determinado, o resultado dessa soma deverá ser dividido por dois. Após a divisão, divida o resultado obtido pela quantidade de funcionários ativos na empresa, e multiplique por 100 para obter a taxa de Turnover.Como exemplo, imagine que em um período de 30 dias, 15 funcionários foram admitidos em uma empresa que possui no total 100 trabalhadores e 6 saíram ou foram demitidos. Substituindo os valores na fórmula do Turnover, teríamos a seguinte equação:Turnover = [(Admissões + Demissões/2) / total de funcionários ativos].100Turnover = [(15 + 6/2) / 100] .100Turnover = [(21/2) / 100] .100Turnover = [10,5/100] .100Turnover = 0,105 .100Turnover = 10,5%Portanto, nos 30 dias analisados, 10,5% do quadro de funcionários da empresa foram trocados ou substituídos, em outras palavras, o Turnover de funcionários é 10,5%. Esse resultado pode auxiliar no entendimento de vários fatores, como a eficiência dos programas de recrutamento, os custos da seleção e treinamento e a dispensa de pessoas.É importante ressaltar que não existe uma taxa da porcentagem de Turnover a ser seguida, portanto a empresa deve se esforçar para minimizá-la o máximo possível, mas, normalmente, entre as empresas, é recomendado que a meta de turnover fique na média dos 5% a 10%, para reduzir os riscos. No entanto, outros aspectos devem ser analisados para se obter um valor ideal.

Estratégias para reduzir o Turnover

Existem algumas técnicas que são aplicáveis em empresas que buscam reduzir as taxas de turnover, e a maioria delas são baseadas em dicas na hora do processo seletivo. Portanto, algumas estratégias que estimulam os futuros profissionais da empresa a permanecerem no trabalho são:

  • Criar ambiente agradável, que irá garantir conforto na hora do trabalho, ajudando o profissional a render mais.

  • Fazer elogios a trabalhos bem feitos pode ser uma boa opção de mostrar aos funcionários que eles estão colaborando para o crescimento da empresa, tornando o ambiente de trabalho ainda mais acolhedor para os membros da empresa.

  • Um plano de carreira, que quando criado auxilia os profissionais a sempre lembrarem onde querem e podem chegar, gerando uma motivação extra. É importante que neste plano sejam encontradas metas alcançáveis, mesmo que sejam pequenas.

  • Feedbacks também podem servir de incentivo para que um profissional aprimore trabalhos já concluídos anteriormente.

  • Na hora do processo seletivo, busque talentos que possuam valores condizentes aos da empresa. Isso fará com que as chances de um profissional que se encaixe no perfil ideal da companhia aumentem consideravelmente.

  • Investir na retenção de funcionários ou colaboradores talentosos também pode ser uma boa forma de reduzir os índices de Turnover, isso pode ser por meio de promoções ou aumentos salariais.