EN

EN

Hard e Soft Skills: como contratar a pessoa certa

Jun 27, 2022

Jun 27, 2022

Hard e Soft Skills: como contratar a pessoa certa

Se você já ouviu falar nesses dois termos, mas ainda não sabe qual a diferença entre eles, confira nosso artigo sobre hard e soft skills.

Se você já ouviu falar nesses dois termos, mas ainda não sabe qual a diferença entre eles, confira nosso artigo sobre hard e soft skills.

O mercado de trabalho vem sofrendo com muitas modificações nos últimos anos e o número de empresas que procuram não só qualificações e competências técnicas dos profissionais cresce cada vez mais. Com isso, conhecer todas as aptidões pessoais e comportamentais de cada candidato se tornou ainda mais importante, por isso, entender e conhecer as diferenças entre hard e soft skills é de suma necessidade.Se você já ouviu falar nesses dois termos, mas ainda não sabe qual a diferença entre eles ou não entende como as empresas estão percebendo a necessidade de juntar essas áreas em uma só, aqui vamos te explicar tudo.Os conceitos desses dois termos são de extrema importância para gestores e profissionais de RH, pois eles ajudam a identificar as principais habilidades que são exigidas para a vaga.Podemos dizer que as hard skills são habilidade técnicas e as soft skills são as comportamentais, e que a junção delas são habilidades importantes para acertar na hora de recrutar e contratar a pessoa certa para sua empresa.Porque, por exemplo, para uma vaga de vendedor, você não pode contratar um profissional que saiba apenas coisas sobre o serviço e não tenha nenhuma capacidade de negociação e comunicação.Se vai contratar um desenvolvedor, não pode apenas selecionar alguém que domine a linguagem de programação que é desejada e que no final não consiga trabalhar em equipe.

O que são hard skills?

O significado da palavra "skill" é habilidade. As hard skills nada mais são do que capacitações técnicas de um profissional, que podem ser comprovadas por meio de diplomas, certificados de qualificação, testes práticos, cursos, entre outros. Isso quer dizer que todo aprendizado que foi adquirido por ele e que de alguma forma pode ser demonstrado em aspectos físicos ou até mesmo tangíveis.Podemos dizer que as empresas usavam muito essa forma de selecionar os candidatos e confirmarem a capacidade para ocupar determinado cargo ou posição, mas, isso vem mudando muito nos últimos anos.Elas podem ser aprimoradas, mas não são tão simples de serem obtidas, pois é necessário que se tenha base de informações para que você possa atuar na empresa em bom nível.Se for analisar ao pé da letra as hard skills, não basta apenas observar a formação e sim entender que por meio de testes e portfólios o candidato possui condições para aquela função. Alguns exemplos de hard skills são: fluência em idiomas, certificados em marketing de conteúdo ou em uso de banco de dados, habilidades para executar cálculo matemático, conhecimento em softwares, entre outros.

O que são soft skills?

Soft skills são as habilidades pessoais e intangíveis que um profissional tenha e que não podem ser comprovadas com cursos e certificados, mas sim no dia a dia e na convivência do candidato, ou em entrevistas e em dinâmicas de grupos feitas nos processos seletivos.As soft skills são mais difíceis de serem observadas e analisadas em um primeiro contato com a pessoa que se candidatou, pois é de suma importância conhecer bem a pessoa. Isso porque pode ser que ela não tenha as qualidades que a empresa de fato procura. Podemos usar como exemplos de soft skills a liderança, ética, facilidade de se comunicar, ter empatia e saber trabalhar em equipe.Soft skills são associadas a traços do comportamento das pessoas. Mesmo não sendo desenvolvida de forma automática, elas podem ser aprimoradas com participações em palestras e até treinamentos.A empresa deve estar bem atenta para interpretar as soft skills, fazendo uma análise da pessoa para saber se ela possui boa habilidade social.

Qual a diferença entre soft skills e hard skills?

É importante saber e entender o conceito dos termos para dessa forma poder avaliar a qualificação do candidato para a vaga. Os hard skills são conhecimentos técnicos adquiridos pela sua experiência, em cursos, testes ou em alguma formação específica. Enquanto as soft skills são habilidades pessoais a respeito da forma como você se relaciona com outras pessoas por meio da comunicação, paciência ou até mesmo trabalho em equipe.

Como analisar hard e soft skills?

O processo de recrutamento tem como principal função encontrar o profissional certo para fazer com que sua empresa cresça e se torne um sucesso, ou seja, selecionar um candidato que atenda às necessidades da empresa.Algumas vezes, na urgência da busca, as organizações não costumam colocar muitos detalhes no perfil e se o candidato vai atender a todos os requisitos técnicos e comportamentais. Até porque, quanto mais criterioso, mais longo vai ser o processo seletivo.Porém, para analisar essas habilidades uma entrevista estruturada pode ser um ponto de partida importante para assim conhecer melhor seus candidatos, avaliando cada um e os seus comportamentos em algumas situações vão te ajudar a saber quem de fato se adequa a vaga, utilize testes comportamentais feitos de maneira oral para te ajudar.Dinâmicas em grupo podem ajudar você a saber quais soft skills o candidato domina mais, em determinadas situações do dia a dia da empresa.Analisar as habilidades é o ponto chave no processo seletivo para uma vaga, pois é ali onde os recrutadores vão escolher e conhecer os candidatos e talvez futuros empregados da empresa.

Identificar hard e soft skills dos candidatos

Identificar a hard e soft skills em candidatos é de suma importância para uma vaga de emprego, pois são requisitos simples e muito utilizados em vagas. Por isso, na hora de fazer a busca da vaga, gestores devem solicitar para que o candidato tenha conhecimentos avançados para tal função, respeitar as habilidades técnicas é sem dúvidas essencial para anunciar a vaga da maneira certa e assim atingir os profissionais adequados para as necessidades.Por isso, identificar essas habilidades conhecidas como soft skills e hard skills é importante para que sua seleção não dê errado e se torne um processo seletivo ineficaz. Em resumo, as hard skills podem ser as habilidades profissionais que são quantificáveis, aquelas que podem ser mensuradas e as soft skills são as mais difíceis de aprender, por isso, nos processos seletivos os empregadores podem preferir contratar uma pessoa com capacidade interpessoal do que aquelas que sabem tudo de tecnologia.Isso porque de certa forma aprender tecnologia é fácil e existem muitos meios para isso, ao contrário de saber conviver bem dentro do ambiente de trabalho.