EN

EN

Inclusão no processo de seleção: 5 formas de aplicar na empresa

Dec 14, 2021

Dec 14, 2021

Inclusão no processo de seleção: 5 formas de aplicar na empresa

Entenda a importância da cultura da inclusão no processo seletivo da sua empresa: saiba o que é inclusão nas empresas e quais as formas de aplicá-las.

Entenda a importância da cultura da inclusão no processo seletivo da sua empresa: saiba o que é inclusão nas empresas e quais as formas de aplicá-las.

Quando a inclusão social é aplicada dentro de uma empresa, ela oferece não só oportunidades de trabalho a profissionais de qualquer idade, nacionalidade, gênero, etnia, deficiência, orientação sexual ou religião, mas também o acesso e a integração. Todos esses fatores fazem parte de uma percepção ética e os benefícios dessa diversidade cultural no processo seletivo podem ser vistos partindo de vários pontos, como na empresa, entre os colaboradores e na sociedade como um todo. Ao longo da matéria, você entenderá melhor sobre o que é inclusão no processo seletivo, a importância da cultura da inclusão nas empresas e algumas formas de aplicar a inclusão no recrutamento de candidatos.

Inclusão nas empresas

Para que a inclusão nas empresas seja efetiva, ela não deve se limitar a alguns pontos, como programas e campanhas pontuais. A equipe precisa abraçar essa ideia de forma que ela seja construída verdadeiramente em um ambiente de trabalho. Para construir um ambiente de trabalho saudável, aberto e harmonioso - em que, de fato, as diferenças sejam respeitadas - é necessário que a cultura da empresa tenha a cultura da inclusão como pontos importantes e que seu valor seja compartilhado tanto entre líderes quanto em colaboradores. A partir disso, podemos discutir a importância da inclusão diante do processo seletivo e do funcionamento de uma empresa. 

Importância da inclusão nas empresas

As chances de atrair os melhores profissionais do mercado são muito maiores quando a empresa possui um ambiente de trabalho em que todos se sintam respeitados, com as mesmas condições e, principalmente, incluídos. É importante que o funcionário se sinta bem e feliz por fazer parte de uma empresa inclusiva. Essa é uma ótima maneira da instituição atrair os melhores talentos existentes no mercado. As pessoas reconhecem a importância da cultura da inclusão, portanto, fazer parte de uma equipe socialmente responsável traz orgulho na hora de "vestir a camisa” ou representar a empresa. Além da inclusão social nas empresas promover um mundo melhor, é uma estratégia muito bem planejada quando se trata de desenvolver responsabilidades sociais. Ao atrair bons profissionais do mercado, a empresa pode formar equipes mais criativas, motivar o bom relacionamento entre os colaboradores e melhorar sua imagem.

Cultura e diversidade

As políticas da cultura da inclusão não mudam nada dentro de uma empresa, a não ser que a cultura mude também. É evidente que os funcionários que se sentem acolhidos, aceitos e respeitados dão o melhor de si durante o período de trabalho. Para que a cultura da diversidade funcione corretamente, as estratégias e indicadores do negócio são pontos fundamentais que devem ser aplicados. Não adianta uma empresa contar com boas ações e políticas de direito e inclusão sem que a alta liderança esteja sensibilizada com isso.A partir disso, podemos definir o primeiro passo para a real construção da cultura de diversidade: envolver a alta liderança.Conforme a Gallup - uma empresa de pesquisa de opinião, uma cultura que abraça a diversidade deve sustentar três pilares: o respeito, os diferenciais e os líderes como referência. A seguir, confira o que são cada um deles:

Respeito

A principal forma de manter uma cultura da diversidade eficaz é que todas as pessoas da instituição se tratem com respeito.

Diferenciais

Os líderes precisam incentivar os membros da equipe para que eles possam desenvolver suas habilidades conforme suas próprias características, inspirando as pessoas para que elas possam ser quem realmente são.

Líderes como referência

A liderança de uma organização deve servir de exemplo para os colaboradores. Dessa forma, as decisões tomadas e os comportamentos podem refletir em novas práticas a fim de tornar o ambiente de trabalho mais diverso e equânime.

Formas de inclusão no processo seletivo

A cultura da inclusão dentro de uma empresa é muito mais do que apenas contratar e alocar pessoas com deficiência em um setor qualquer. A inclusão está relacionada com a cultura organizacional da empresa. A seguir, confira 5 formas de aplicar a inclusão no processo seletivo de uma empresa:

Romper vieses

As organizações precisam se concentrar em extinguir o preconceito nos processos de decisão. Sendo assim, a ruptura de viés é necessária para realizar investigações completas sobre as políticas e processos, além de entender quais delas podem limitar a empresa.

Treinamento da liderança

A liderança é o que influencia na postura dos colaboradores e na percepção de uma empresa no mercado. Esse é o principal fator como referência profissional no ambiente de trabalho. Por isso, a importância da imagem e postura devem ser coerentes com os ideais da organização. Os esforços de inclusão nas empresas precisam analisar os setores e níveis para a construção de um ambiente mais engajado. As iniciativas podem sofrer um impacto menor e gerar casos de desconfiança quando a diversidade não é observada nos cargos de liderança.

Repense o recrutamento

É importante que o processo seletivo não se prenda a obrigações legais ao aplicar a cultura da inclusão. Ainda que o empreendimento não exija a contratação de pessoas com deficiência, por exemplo, não significa que você não deva praticar a inclusão desses profissionais.

Use a tecnologia

Use e abuse da tecnologia, pois ela é um instrumento fundamental na cultura da inclusão e vem ganhando cada vez mais destaque no movimento do mercado. As políticas de isolamento social impostas pela pandemia só nos mostraram o quanto é essencial o papel do acesso à internet e suas ferramentas.

Motivação do relacionamento entre os colaboradores

É essencial estimular a interação de novos funcionários sem preconceitos, para que eles possam se integrar o mais rápido possível. Quando uma pessoa com deficiência chega a uma empresa, por exemplo, ela precisa se relacionar com outros colaboradores e tirar dúvidas sobre assuntos relacionados ao trabalho, assim como qualquer outra pessoa. A inclusão é um processo que não deve ser forçado.