EN

EN

O que é um recrutamento interno?

Mar 31, 2022

Mar 31, 2022

O que é um recrutamento interno?

Entenda o que é recrutamento interno dentro de uma empresa, como funciona, como aplicá-lo e quais são os benefícios para o seu negócio.

Entenda o que é recrutamento interno dentro de uma empresa, como funciona, como aplicá-lo e quais são os benefícios para o seu negócio.

O recrutamento interno é o processo de contratação e recrutamento de candidatos que já se encontram atuando dentro da própria organização. O RH (Recursos Humanos) é a área responsável por esse processo de contratação e tem como objetivo final preencher uma vaga disponível com a pessoa mais adequada que já esteja em algum ramo da empresa a fim de desempenhar determinada função.

Como funciona o recrutamento interno?

​Apesar de ter um número de candidatos um pouco mais limitado em relação ao recrutamento externo, para entender como funciona esse processo de contratação, há algumas formas de recrutamento interno, são elas:Promoções: ao ser promovido, enquanto esse novo cargo está sendo ocupado na hierarquia da equipe, a função desempenhada anteriormente possibilita a entrada de um novo funcionário.Recrutamento informal: essa é uma das formas de recrutamento interno que não possui regras muito rígidas. Esse processo de contratação pode ser realizado através de indicações de outras áreas, conversas com outras equipes, etc.Abertura de vaga: qualquer funcionário pode se candidatar. A vaga é comunicada para todos os setores da empresa.Transferências: é chamada de transferência a movimentação de um funcionário para um novo departamento ou equipe.

Qual a diferença entre recrutamento externo e interno?

​Agora que você já compreendeu o que é recrutamento interno, está na hora apresentar as diferenças entre recrutamento interno e externo.​Como vimos anteriormente, o recrutamento interno além de ser um processo de contratação por meio da atração de talentos dentro de uma empresa, recruta funcionários que já atuam nela. Já o recrutamento externo, trata-se de um processo de contratação em que se busca por profissionais fora da organização para preencher uma determinada vaga. Ele é o mais comum e o mais conhecido popularmente. A diferença entre recrutamento interno e externo está no público a ser recrutado. Enquanto uma empresa busca vantagens do recrutamento interno aproveitando os candidatos da própria organização, o recrutamento externo busca por um público que atua fora dela e que se encontra disponível no mercado.

5 vantagens do recrutamento interno

​Uma chance de crescimento ou mudança de área para os funcionários que já atuam na empresa define uma das vantagens do recrutamento interno, já que tendem a se empenhar mais ao receber a oportunidade de desenvolver a própria carreira. Confira alguns benefícios desse processo de contratação.

1. Redução de custos

​Além da agilidade no processo, o que mais se destaca quando o assunto é vantagens de recrutamento interno é a redução dos custos deste. Ao recorrer a esse processo de contratação, algumas etapas da seleção externa serão eliminadas, por exemplo: análise de currículos, divulgação de vagas, testes de perfil, entrevistas demoradas, entre outros. Portanto, há uma diminuição no tempo de seleção, o que favorece a agilidade e efetividade do processo.

2. Fit cultural do colaborador

​Para que suas metas estratégicas sejam cumpridas dentro da empresa, é necessário que os talentos que atuam nela sejam compatíveis com sua cultura e valores. Ao dar preferência aos candidatos internos, as vantagens de engajamento e motivação são grandes, já que os colaboradores sabem como proceder e o RH não precisará investir em treinamentos.

3. Maior autoconhecimento

​O processo de contratação do recrutamento interno busca que os funcionários que ali atuam saiam da sua zona de conforto e busquem por autoconhecimento. A gestão realizada pelo RH vai conduzir esse profissional e determinar se ele possui capacidade para a nova função. Essa é uma das vantagens do recrutamento interno que abre portas para aproveitar e conhecer melhor as características dos profissionais, para que no futuro, se necessário, realizar um mapeamento para recolocá-los em outras áreas a fim de corrigir os erros de contratação.

4. Valorização do capital humano

​O RH é mais valorizado quando opta por priorizar os talentos internos, isso motiva os candidatos em buscar o aperfeiçoamento profissional para que estejam sempre prontos para um futuro processo de contratação. Essa ação faz a empresa gerar produtividade, engajamento e motivação.

5. Viabiliza o plano de carreira

​A iniciativa do RH de mensurar profissionais em crescimento, oferecer oportunidades de desenvolvimento e sucesso na carreira causa um grande impacto positivo em sua empresa. Assim, investir em talentos comprometidos com essa evolução pode formar grandes líderes de sucesso.A escolha realizada dentro da organização para que uma pessoa ocupe cargos mais altos representa uma chance de crescimento e também mudança de área para os funcionários. Portanto, a valorização do profissional promove uma boa imagem da empresa, deixando claro que ela valoriza o capital humano.

Como aplicar o recrutamento interno na empresa?

​Depois de entender as formas de recrutamento interno e as vantagens do recrutamento interno, para ajudar a escolher o colaborador certo no processo de contratação através das formas de recrutamento interno, preparamos algumas dicas de como aplicá-lo para sua empresa.

1. Atualize as informações dos funcionários

A atualização de dados com os empregados é essencial para saber quem concluiu algum curso de especialização ou idiomas e que possa tirar proveito disso. Sendo assim, será possível buscar profissionais que atendam melhor às condições do perfil procurado.

2. Comunique a oportunidade

​Realize a abertura oficial e faça uma boa divulgação para os candidatos. Verifique que todos estejam cientes do cargo em aberto e procure saber como estão lidando com o cargo atual e o quanto estão dispostos a mudar.

3. Convoque os candidatos

Selecione funcionários que estejam adequados ao perfil profissional que a empresa busca. Pode ocorrer de uma pessoa não estar totalmente interessada ou disposta a assumir um cargo que exija um pouco mais do que ela possa oferecer.Além disso, é indispensável esclarecer todas as fases da nova função para o sucesso do processo de contratação.

4. Realize os testes necessários

​Após já definir os candidatos que concorrerão à vaga, realize todos os procedimentos necessários para que apontem desempenho na função. É nessa fase que ocorrem avaliações de comportamento podendo incluir testes psicológicos, dinâmicas, provas técnicas e até avaliações.

5. Dê um feedback ao final da seleção

​Ao chegar ao fim do processo de contratação, não esqueça de passar um feedback para os candidatos que não foram selecionados à vaga. Para garantir que as próximas oportunidades tenham uma boa participação de candidatos, é importante preocupar-se com a transparência do processo.Agora que você já entende mais sobre o que é o recrutamento interno e externo e quais as vantagens do recrutamento interno, acesse o site da Rocketmat e descubra como obter os melhores métodos no processo de contratação.