EN

EN

Saiba o que é o bônus de contratação (hiring bonus) e quais as vantagens de utilizá-lo

Jul 13, 2022

Jul 13, 2022

Saiba o que é o bônus de contratação (hiring bonus) e quais as vantagens de utilizá-lo

Bônus de contratação: Saiba o que consiste a estratégia de 'hiring bonus' ou luvas e quais são suas vantagens perante a concorrência.

Bônus de contratação: Saiba o que consiste a estratégia de 'hiring bonus' ou luvas e quais são suas vantagens perante a concorrência.


Em um cenário extremamente competitivo dentro do mercado de trabalho, o candidato precisa ser seduzido pela empresa, e isso vai muito da própria empresa e a sua relevância dentro do mercado, mas também daquilo que eles oferecem. O hiring bonus, ou bônus de contratação, é uma forma de chamar ainda mais atenção do candidato e ter um diferencial em relação às demais concorrentes.  



O que é o bônus de contratação?



As famosas “luvas” no contexto do esporte, ou o bônus de contratação no cenário corporativo, nada mais é do que uma compensação financeira, no ato de assinatura do vínculo empregatício. Normalmente essa estratégia é utilizada para cargos que já possuem uma remuneração mais elevada, e que obviamente possuem uma importância considerável dentro da empresa.



Portanto, cargos de direção, executivos e ou cargos de liderança são as vagas mais comuns de se encontrar o hiring bonus, e dificilmente cargos de menor relevância corporativa possuem esse benefício.



Por que e quando ele é utilizado?



Essa estratégia de recrutamento é utilizada para atrair os profissionais mais concorridos do mercado, sendo uma forma de compensar possíveis gastos com desligamentos de outras empresas, garantindo um maior comprometimento entre o candidato e a própria empresa. 



O departamento de Recursos Humanos, que costumam ser os responsáveis por recrutar novos profissionais, acabam utilizando essa estratégia para tornar as vagas mais interessantes para os candidatos que são pretendidos.



Vantagens



Existem diversas vantagens na utilização dessa estratégia, tanto para o candidato quanto para a empresa. Entre as diversas vantagens, se destacam: a atração de talentos e a compensação de riscos.



Atração de talentos



Uma proposta de mercado na qual já existe um pagamento imediato no ato da contratação, mesmo que seja parcelado, é algo que chama a atenção de qualquer candidato. Portanto, na hora do recrutamento, a empresa que apresentar o maior diferencial seja tanto de posicionamento no mercado, metas e atuação, quanto pelos benefícios e seguranças que aquele emprego trará ao profissional contratado.



Uma das grandes questões hoje dentro do mercado de trabalho, é a respeito da instabilidade de empregos, e junto com essa estratégia de bônus de contratação, vem tudo aquilo que o funcionário a ser contratado precisa para se encontrar com estabilidade, tanto financeira, e corporativa, quanto emocional. 



Compensação de riscos



A compensação de riscos é uma outra vantagem excelente, afinal você acaba tendo uma postura mais agressiva dentro do mercado, atrás de candidatos para preencher uma vaga em específico, mas de forma calculada e realmente estratégica. Isso faz com que você evite que o seu candidato alvo acabe sendo contratado por uma concorrente, e também faz com que de maneira quase que espontânea o comprometimento desse alvo seja ainda maior em relação ao seu novo ambiente de trabalho.



Compensar os riscos nesse caso é bom para ambas as partes, já que traz uma segurança para ambos, que estavam em um cenário bastante disputado e às vezes incerto. Além disso, a empresa consegue fazer desse bônus de contratação, uma antecipação de uma parte do salário, conseguindo assim possibilitar o maior controle a respeito de aumentos salariais através de metas a serem atingidas e não apenas o “tempo de empresa”. Existem também muitos casos em que há um bônus de retenção, que é um valor pago a partir do comprometimento do empregado a permanecer na empresa por determinado período de tempo.



Apesar de ter vantagens sobre a utilização dessa estratégia, ela acaba sendo um pouco mais benéfica à parte contratada, já que o contratante acaba assumindo um risco de fazer um investimento e ele não prosperar. Por isso, existe uma cautela muito grande na utilização desses métodos para atrair candidatos, já que é um investimento a longo prazo que a empresa precisa arcar com os custos em um curto prazo. 



Cabe às empresas também entenderem que o investimento deve ser bastante estudado, assim como o candidato, já que existe sim o risco de não prosperar e a empresa não pode jogar todas as suas fichas em uma única pessoa, mesmo que ela possa agregar muito à companhia.



Assim como no esporte, não é qualquer atleta que receberá as “luvas”, são atletas de um padrão mais elevado e que naturalmente já são melhores remunerados em relação aos demais futuros companheiros de equipe, então nesse caso, o clube ou a empresa precisa avaliar se realmente aquele investimento é válido, e se a pessoa que está sendo preterida atende a todas necessidades que a companhia busca.O hiring bonus, ou bônus de contratação ou as “luvas”, são estratégias de tentar tornar a empresa uma opção mais relevante dentro de um mercado concorrido. Por isso, essa estratégia deve ser usada de modo pontual e bastante seletivo, porque é um risco que a empresa assume caso o profissional não acabe rendendo aquilo que era esperado, ou por decorrência de demais fatores, as qualidades daquela pessoa não conseguem ser bem exploradas no desenvolvimento daquele serviço ou atividade em específico.